Preservando as belezas naturais do oeste da Bahia!

 

O território integrava a Sesmaria da Casa da Ponte de Antonio Guedes de Brito. Seu povoamento iniciou-se na primeira metade do Século XIX, por colonos vindos da Província de Pernambuco. A fertilidade das terras atraiu novas famílias, que ali se estabeleceram, formando o Arraial Riachão das Neves, elevado à Vila em 1934. O Município foi criado em 1962 pela Lei nº 1.131 e seu patrono foi Juarez de Souza. O topônimo originou-se da existência da Fazenda Neves e o Riacho denominado Riachão das Neves, que banha a sede municipal.

CARACTERIZAÇÃO DO MUNICÍPIO
CEP 47970-000
DDD - 77
Voltagem: 220 volts
Distância da Capital: 912 km
Área: 6.533 km² 
Temperatura: entre 14 e 34ºC
População total: 21.966 habitantes.

ASPECTOS GEOAMBIENTAIS 
O município de Riachão das Neves integra-se à microrregião do extremo oeste da Bahia, limitando-se ao Norte com os municípios de Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cássia; ao Sul, com Barreiras; ao Leste com Angical e Cotegipe e ao Oeste com o Estado do Tocantins. 
A sede do Município, localizada entre serras, apresenta um sistema de pavimentação que atinge 90% do total do arruamento . 
Algumas localidades, que concentram boa parte da população, encontram-se em situação de vulnerabilidade, mas não chegam a formar franjas periféricas; contudo, apresentam problemas de falta de água e luz, além de moradias precárias. 
O município apresenta vários ecossistemas, inclusive manchas de florestas, variados tipos de solos, clima, relevo e altitudes. As condições meteorológicas determinam a existência dos climas úmido, úmido a subúmido e seco a subúmido, contando com duas estações bem definidas: uma úmida e quente, de novembro a abril, e outra seca e fria, de julho a setembro. 
As temperaturas médias anuais variam entre 14 e 34ºC; a pluviosidade média anual é de 700 a 1.700 mm. 
A vegetação predominante é o cerrado arbóreo aberto, sem florestas de galeria. Os solos predominantes são o latossolo vermelho-amarelo-álico e a areia quartzosa álica. 
Pertence à bacia hidrográfica do Rio Grande, afluente do Rio São Francisco, que banha o Distrito de São José do Rio Grande e o Povoado Barra do Riacho, dentre outros.

A sede do município fica a 915 km da capital do Estado, estando a 54 km da cidade-pólo do oeste baiano - Barreiras. 
Riachão das Neves tem acesso a importantes eixos rodoviário: BA-451; BR-242 (Feira de Santana/Barreiras); BR-020 e BR-135 (Brasília/Terezina).

GEOGRAFIA
A comunidade local está se articulando para fundar uma ONG ambientalista (ONG TAPUIA-SARAPÓ). Em janeiro de 2002 aconteceu o Grito das Águas do Sarapó - palestras e apresentações artístico-culturais mobilizaram os moradores em defesa das nascentes do Riacho Sarapó, que se encontra ameaçado pelas constantes queimadas e atividade de fazendeiros que devastam suas margens. A segunda edição do Grito das Águas do Sarapó está marcado para 18 e 19 de janeiro, culminando com uma caminhada às nascentes do Riacho. 
Distritos: Cariparé (5.000 habitantes) e São José do Rio Grande (3.500 habitantes). 
Povoados: Angical, Angicalinho, Areias, Aroeira, Baixa Grande, Barra do Riacho, Barrreirinho, Barriguda, Barrinha, Boa Vida, Boa Vista, Bomfim, Cachoeira I, Cachoeira II, Canabravinha, Canudos, Capim Grosso, Castelo, Caridade, Cruzeiro do Oeste, Currais Velhos, Enseada, Galiléia, Gameleirinha, Genipapo, Jacobina, Jacuzinho, Jardim, Junco, Lagoa, Malhada de Areia, Malhadinha, Moradas, Morosas, Neves, Pajeú/Canudos, Pajeú/Gerais, Papagaio, Pedra de Cal, Pequi, Pequizeiro, Pilões, Pintor, Pires, Pitombeiras, Poço Azul, Poço de Dentro, Poço do Mato, Portinhos, Porto do Rio Branco, Prazeres, Quati, Riachão do Pintor, Riacho, Salobro, Salobro Velho, Santana, Santo Estevão, Sítio, Taboquinhas, Tabua, Tapera, Umbuzeiro, Veados.

ASPECTOS SÓCIO-ECONÔMICOS 
Educação - 02 escolas Pré-Escolar; 74 escolas do Ensino Fundamental; Fluxo Escolar de 5a. a 8a. Série; 02 escolas de Ensino Médio; Campus Avançado da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) - Cursos: Matemática, Geografia e Normal Superior; Alfabetização de Adultos. 
Saúde - Hospital Municipal com 30 leitos, mantido com atendimento 24 horas, 04 médicos, 01 enfermeiro, 10 auxiliares de enfermagem e 02 odontólogas; epidemias sob controle (hanseníase; tuberculose; denque; febre amarela; saúde mental e leishmaniose); Programas de Combate à Denque e Febre Amarela; Programa Agentes Comunitários de Saúde; Programa de Hipertensão; Programa de Diabetes; Programa Saúde Bucal; Programa de DST; Atendimento Pré-Natal (6 consultas por gestante, ultra-sonografia e exames laboratoriais); Acompanhamento e orientação a adolescentes grávidas; Acompanhamento a idosos - Feira de Saúde, Controle de Hipertensão e Diabetes, fornecimento de medicamentos; Índice Vacinal - Paralisia Infantil: 100% de cobertura e 96% na intensificação; Canina: 105%; Gripe (idosos) 78%; Rubéula: 78%. 

Agricultura : soja (terceiro produtor baiano); arroz (sexto produtor baiano); milho (décimo segundo produtor baiano) e feijão (trigésimo sétimo produtor baiano); produtor de frutas (Perímetros Irrigados de Riacho Grande e Nupeba - CODEVASF, e Fazenda Sertânia - projeto cooperativo; produção de espécies nativas como mangueira, pequi, buriti, mangaba, cajuí, araticum). A cultura da cana-de-açúcar e seu beneficiamento destina-se à produção de rapadura, tijolo, batido e cachaça. Como atividade secundária, aparece o plantio de hortaliças cultivadas por pequenos produtores; produção e venda de galinha caipira. 
Pecuária: destacam-se os rebanhos de ovinos, caprinos, asininos, bovinos (pecuária de corte, com potencial para pecuária de leite) e eqüinos. 

Copyright ©direitos reservados à ONG Tapuia Sarapó
Desenvolvido pelo Grupo São Matheus