Preservando as belezas naturais do oeste da Bahia!

 

 

   
   
 
Fosfóreo da Gruta da Serra de Tapuia-Sarapó

Existem lugares onde se conservam as marcas do homem que viveu há mais de 10 ou 12 mil anos atrás e onde se pode ver muito da sua vida e evolução. Todo o Oeste baiano possui esses sítios arqueológicos, mas o município de Riachão das Neves apresenta lugares em que a pré-história, está documentada com absoluta nitidez, podendo tornar-se um centro para o estudo da pré-história, evidenciando como o homem evoluiu.

Um desses sítios arqueológicos fica na Serra da Tapuia, onde existem sete pequenas grutas de arenito branco, onde o homem pré-histórico morou e, como ser pensante que era, desenhou e esculpiu um grande número de imagens nas suas paredes.

Decifrar o pensamento que existiu para inspirar esses símbolos e gravações feitas nas rochas.

Escavar nas suas proximidades, para localizar os utensílios e ferramentas de pedra lascada ou polida utilizadas por esses homens deve ser o objetivo de um projeto científico, que, ao mesmo tempo levará o turismo para Riachão das Neves, como acontece com outros lugares onde existem projetos semelhantes.

No nosso tempo, em que a entrada do computador extermina os empregos, como nos bancos, em que quase um milhão de empregos foram extintos pelos caixas eletrônicos, o turismo é o nicho de mercado que não é afetado.

Que computador guiará  você até as pinturas pré-históricas da Serra da Tapuia, no Vale do Sarapó?

Pintura pré-histórica feita pelo o homem há mais de 12 mil anos.

É urgente, portanto que a Prefeitura de Riachão das Neves se empenhe em organizar todas as estratégias necessárias à entrada de turismo científico e ecológico no município, comprometendo-se, antes de tudo, com a preservação dessa riqueza natural incalculável, que poderá render muitos empregos e divisas.

Após atender ao nosso convite, de ir conhecer a Serra da Tapuia, o Gerente do IBAMA em Barreiras, Carlos Augusto dos Santos, já fez contato com o CECAV, em Brasília, que é o órgão do IBAMA responsável pelas grutas, e no dia 1º de Janeiro convidou os órgãos de imprensa barreirense para irem conhecer o local.

Apesar dos carros do IBAMA serem utilitários, foi impossível o acesso ao lugar, pois o excesso de chuvas destruiu as estradas rurais, mas o Carlão como é popularmente conhecido o nosso gerente do IBAMA, se comprometeu a organizar outra expedição.

Finalmente temos na gerência do IBAMA alguém que está valorizando a extraordinária riqueza que são as grutas e, sítios arqueológicos da nossa região.

Pintura pré-histórica feita pelo o homem há mais de 12 mil anos.

Na Secretaria da Cultura da Bahia existe verba para patrocinar o estudo da pré-história, eu já fui conferir, assim como os órgãos de Brasília.

Desse modo a Prefeitura de Riachão das Neves pode pleitear essas divisas para o município e, além do desenvolvimento científico, gerar empregos através do turismo.

E empregos de onde nenhum computador será capaz de expulsar o ser humano, pois nunca poderá tomar o seu lugar!

 

   

 

 

Copyright ©direitos reservados à ONG Tapuia Sarapó
Desenvolvido pelo Grupo São Matheus